sexta-feira, 12 de novembro de 2010

MARCOS DISCORDA DOS OUTROS EVANGELHOS QUANTO A NEGAÇÃO DE JESUS DE PEDRO?


O relato sobre a negação de Pedro tem deixado perplexos os estudantes da Palavra de Deus. Mateus registra o cumprimento dessa profecia dizendo “E imediatamente cantou o galo. O problema surge quando lemos a versão de Marcos, o qual relata que, hoje nesta  mesma  noite, antes que duas vezes o galo cante, três vezes tu me negarás ( Mc 14.30).
(Mateus 26. 34) Disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que esta noite, antes que o galo cante três vezes me negarás.(ARA)

(Lucas 22. 34) Tornou-lhe Jesus: Digo-te, Pedro, que não cantará hoje o galo antes que três vezes tenhas negado que me conheces.(ARA)
(João 13 38) Respondeu Jesus: Darás a tua vida por mim? Em verdade, em verdade te digo: Não cantará o galo até que me tenhas negado três vezes.(ARA).
É inteiramente razoável que Jesus tenha feito ambas as declarações. Ele disse a Pedro que ele O negaria antes do canto do galo, e sua negação se daria antes dele ter cantado duas vezes.
O que temos, portanto, é Marcos registrando a história com mais detalhes. Isso parece natural, visto que marcos escreveu o evangelho sob a influencia do Apostolo Pedro, e seria razoável que ele acrescentasse mais detalhes a essa história. Visto ser ele um dos principais personagens.
Assim, nós temos os quatros evangelistas registrando que Jesus predisse que seria negado por Pedro, e Marcos acrescentando mais detalhes. Uma possível reconstrução seria a seguinte: Jesus revela a Pedro que antes de cantar o galo, Pedro O negará três vezes. Alem disso, o trecho: “Antes que o galo cante, tu me negarás três vezes” (Mt 26.34,ARA), não é negado por Marcos relatando que depois de Pedro ter negado Jesus a primeira vez, o galo cantou. O canto do galo era o sinal de que estava prestes a amanhecer, e a frase: “a hora do canto do galo”, é outra expressão para aurora.
Quando Jesus se refere ao galo cantando duas vezes, Ele está profetizando um canto do galo no meio da noite, muito ante do raiar do dia.
“Observações feitas durante um período de 12 anos, em Jerusalém, confirmam que o galo canta em três horas distintas: primeiro por volta de um quarto de hora depois da meia noite,uma segunda vez, mais ou menos uma hora mais tarde e uma terceira vez, uma hora depois da segunda.

Nenhum comentário: