quarta-feira, 23 de novembro de 2016

O QUE É APOLOGÉTICA

ApologéticosA apologética defende em seus argumentos que a fé pode ser comprovada pela razão, do latim “Tardio Apologéticus” ou do Grego ἀπολογητικός, e sua derivação απολογία: "Defesa Verbal". Sendo uma disciplina teológica e fundamentalista em suas teses contrarias e com defesas sistemáticas da fé cristã, da sua origem, sua autenticidade e superioridade em relação as demais religiões e cosmovisão, no século II, os argumentos filosóficos, principalmente os platônicos e estoicos se identificaram com a fé cristã os quais foram usados para convencer o imperador dos direitos dos cristãos e da sua existência os quais construíram suas bases teológicas afim de esclarecer suas doutrinas (dogmas), conforme o escritor Sproul gerstner, Lindsey (1984:13), a apologética é a defesa fundamentada da fé, a apologética está para a teologia como a filosofia está para as ciências humanas.

A Apologética se divide em: Evidencialista, Preposicionais, Filosófica, Profética, Doutrinal, Bíblica, moral e Científica.

Evidencialista: Tem a bíblia como regra infalível de sua fé cristã, onde os escritos sagrados permaneceram inalterados ao longo dos séculos e que suas profecias são infalíveis e cumpridas pontualmente e comprovadas cientificamente pela arqueologia e acreditam em sua fidelidade desde gênesis até o apocalipse.
Preposicionais: alegam que o cristianismo não pode ser autenticado pela falta de inteligibilidade, que não tem princípio dogmático para revelar a verdade e que se baseiam em pressupostos injustificáveis e que tais revelações só é possível a um Deus todo poderoso e detentor de todo o conhecimento onde tais conteúdos devem possuir um conteúdo suficiente para se justificar a construção de sua cosmovisão.
Filosófica: Baseia-se na razão, sobre o sentido da vida, sua origem, da natureza humana afim de validar coerentemente as doutrinas bíblicas, sobre os valores morais e éticos e sobre os argumentos ontológicos como a existência do próprio universo.
Científica: Baseia-se nos fundamentos expositivos da fé e da teologia de forma científica e por meio de estudos exaustivo de uma versão secularizada das provas filosóficas medievais da existência de Deus.


O Cristianismo por meio de seus métodos apologéticos, usou seus conhecimentos teológicos a partir das descobertas arqueológicas, paleontologia e demais saberes científicos modernos e assim desenvolveu seus próprios conceitos no esclarecimento das verdades bíblicas, portanto não são regras fixas. A Igreja Católica nos primeiros séculos combateu as demais religiões desenvolvendo uma apologética sistematizada em defesa das suas origens afim de autenticar e alcançar superioridade sobre as demais em sua cosmovisão. Ser apologético é defender sua fé por meio de critérios e regras pré-estabelecidas, é ser um crítico tanto positivo como negativo, sem buscar conflitos ou atritos religiosos, além de expandir o conhecimento e melhorar sua visão cristã e de mundo, é uma forma de reflexão e busca constante pelo conhecimento e novas descobertas. Ser apologista é ser como Sócrates que disse.“Só sei que nada sei, e o fato de saber isso, me coloca em vantagem sobre aqueles que acham que sabem alguma coisa” 



Pr. Adilau
IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA UNIVERSAL

Fonte de Pesquisa: https://pt.wikipedia.org/wiki/Apolog%C3%A9tica.

Fonte de Pesquisa: https://www.google.com.br/search



Nenhum comentário: