quarta-feira, 17 de novembro de 2010

A SEGUNDA REBELIÃO DOS ANJOS

 
images (67)
Para enterdermos realmente o que aconteceu, esta rebelião dos Anjos ocorreu depois do pecado e  expulsão de Satanáz do Céu e depois do pecado de Adão. Estes Anjos abandonaram sua habitação (Céu) se rebelando contra a vontade de Deus. (Judas 1:6) - E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia. Estes Anjos  deixaram sua habitação logo após a rebelião de satanás, não foram expulsos, portanto não fazendo parte da primeira leva de demonios que foram expulsos do Céu. a palavra de Deus é clara dizendo que Satanás foi expulso do Céu. (Lucas 10:18) -  E disse-lhes: Eu via Satanás, como raio, cair do céu. (João 12:31) -  Agora é o juízo deste mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo.
(Gênesis 6:1) - E ACONTECEU que, como os homens começaram a multiplicar-se sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas. (Gênesis 6:2) - Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram.
No segundo versículo vemos que os Anjos foram atraidos pela beleza das mulheres. logo em seguida "todas", isto é muitas mulheres foram tomadas isto é possuídas pelos Anjos. Em um comentário bíblico, o comentarista erra em comparar "Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem" como conselhos ou pregações dos profetas. Só que  o evangélho ainda não era pregado naquela época. Esta passagem está se referindo ao cruzamento entre as espécies, provocando nascimento de uma nova raça de humanos mais resistente a doenças ou pragas, guerreiros valentes e de sabedoria extrema como a dos anjos, e talvés até imortais como os mesmos. A  primeira expressão "para sempre" dá o sentido de Eternidade,  e a segunda, "ele também é carne", isto é  de vida limitada O cruzamento  entre os Anjos e as mulheres alterou a genética causando um desiquilíbrio no DNA humano.  Pois os Anjos são Imortais.
Para evitar que esta raça vivesse para sempre, Deus limitou os anos de vida na terra, em 120 anos.( 6.3). uma tragédia  espiritual, " a terra se encheu de violencia", todo tipo de violencia foi encontrado na terra, física, moral e espiritual. O coração do homem tornou-se negro, e cruel.
A conseguencia desta misigenação espiritual,  está clara nos versículos a seguir: (Gênesis 6:5) - E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente. (Gênesis 6:11) - A terra, porém, estava corrompida diante da face de Deus; e encheu-se a terra de violência. Esta violencia aqui está relacionada a todo o tipo de pecado provocado pela  rebeldia contra Deus.
"Os filhos de Deus"  
Alguns teólogos pregam que esta expressão se refere aos descendente de Set. Mas a palavra de Deus não dá suporte a esta afirmação. E não existe em nenhum lugar na biblia que estes "filhos de Deus"  estão relacionados a homens. Em Jó. (Jó 1:6) - E num dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, veio também Satanás entre eles. 
(Jó 2:1) - E, VINDO outro dia, em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, veio também Satanás entre eles, apresentar-se perante o SENHOR. 
(Jó 38:7) - Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus jubilavam? 
Os filhos de Deus não poderiam ter sido os filhos de Sete ou outros homens justos, pelas sete (7) seguintes razoes:
Eles não eram homens justos o suficiente para serem salvos durante a Era Anti-diluviana, exceto Abel (Gn. 4.4; Hb. 11.4), Enoque (Gn. 5.21-24; Hb. 11.5), Noé (Gn. 6.8; 7.1; Hb. 11.7), no que diz respeito ao que as Escrituras diz deles. Concluímos, então, que estes  Anjos eram filhos de Deus que casaram com as filhas de Caim e produziram a raça de gigantes na Terra, naqueles dias antes do dilúvio (Gn. 6.4)?   Não temos nenhum registro de casamento ou  da linhagem de Abel antes de ser assassinado.
"Assim como sodoma e gomorra" 
(Judas 1:7) - Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se entregue à fornicação como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno. 
Esta expressão do apostolo comparando explosão do pecado de fornicação e da violência sexual naqueles dias " indo após outra carne" referindo as mulheres que foram vítimas de violência sexual por parte dos Anjos rebeldes, como aconteceu em sodoma e gomorra, isto é depravação sexual, moral e espiritual. esta expressão não tem nada haver com homossexualismo.
O Gigantes
(Gênesis 6:4) - Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama. 
Foram dois acontecimentos de relacionamentos de anjos caídos com as mulheres como é registrado em Gênesis 6.  Havia gigantes NAQUELES DIAS (antes do dilúvio) e DEPOIS DAQUELES DIAS (depois do dilúvio). “Naqueles dias” com as filhas de Caim, e “depois daqueles dias”, com as filhas de Sete e de outros.
O único versículo que fala que os anjos não têm necessidade de sexo é Mateus 22.30. Todavia, o texto não ensina que eles não têm sexo e sim que eles não precisam de sexo. O texto diz: “Na ressurreição nem casam, nem são dados em casamentos, mas serão como os anjos nos céus”. O propósito deste texto é para mostrar ao homem e a mulher, que terão parte na ressurreição, não casam, e nem precisa de sexo, para manter suas espécies em existência. No estado ressureto, eles viverão para sempre, mas não como seres sem sexo. 
Justino,''O mártir‘‘, 110-165 a.D., diz “Mas os anjos transgressores... foram cativos pelo amor das mulheres, e geraram filhos” (Vol. 2, pg. 190). Metodios, 260-312 a.D., diz “o diabo foi insolente... e também aqueles (anjos) que se enamoraram do charme de carne, e tiveram intercurso ilícito com as filhas dos homens” (Vol. 6, pg.370).
(II Pedro 2:4) - Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo.
Estes Anjos  deixaram sua habitação logo após a rebelião de satanás, não foram expulsos, portanto não fazendo parte da primeira leva de demonios que foram expulsos do Céu. a palavra de Deus é clara dizendo que Satanás foi expulso do Céu. (Lucas 10:18) -  E disse-lhes: Eu via Satanás, como raio, cair do céu. (João 12:31) -  Agora é o juízo deste mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo.
Quem eram este Gigantes na terra.
OS Nefilins, do hebraico, que vem de “Nefil”, significa “Gigante”,”Valentão”,”Tirano” (Gn.6.4 Nm.13.33). Os homens de Israel eram como gafanhotos, se comparados a eles (Nm. 13.33). A palavra “Gibbor”, em hebraico, é também traduzida “gigante”, que significa “homem valente”, “poderoso”, “gigante” ou “homem forte” (Nm. 13.33; Jô 16.14). Dizer que essas palavras originais se referem ao grau de impiedade em vez de tamanho físico é um equivoco. 
OS Anaquins eram um povo grande e alto (Dt.1.28;2.10-11,21;Js.11.21-22;14.12-15).
Anaque era um gigante e se ele e todos os Anaquins eram tão grandes, podemos afirmar que os outros gigantes também o eram (Nm. 13.22,33). A Terra de Amon era uma terra de gigantes (Dt. 2.19-20). Os Emins eram também grandes, muitos e tão altos quanto os Anaquins (Dt. 2.10,11). Os Zanzumins eram chamados gigantes, um povo grande, muitos e tão grandes quantos os Anaquins. Eles também habitavam na terra de Amon (Dt. 2.21). Ogue, rei de Basã, é descrito como um gigante cuja cama era de ferro e media 4,5 metros de cumprimento e 2 metros de largura. Estas não são medidas de impiedade, mas a medida de uma cama feita de ferro (Dt. 3.11; Js. 12.4; 13.12). Basã é chamada à terra de gigantes (Dt. 3.13).
Um vale de gigantes é mencionado em Josué 15.8; 18.16. Este é o mesmo vale de Refaim o nome de uma outra linhagem de raça de gigantes, tão freqüentemente mencionados nas Escrituras (Gn. 14.5; 15.20; II Sm. 5.18,22; 23.13; I Cron. 11.15; 14.9; Is. 17.5). Os Refains eram gigantes bem conhecidos, mas infelizmente, em vez de manter seus próprios nomes nas Escrituras, os tradutores traduziram-no para a palavra “mortos” (Jô. 26.5; Sl. 88.10; Pv.2.18; 9.18; 21.16; Is. 14.9; 26.19) e “falecidos” (Is. 26.14). A palavra deveria ser mantida com o próprio nome em todos estes textos, como o é nas outras dez passagens.
Refaim é traduzido gigante (II Sm. 21.16,18, 20,22; I Cron. 20.4,6,8) e gigantes (Dt. 2.11,20; 3.11,13; Js.12.4; 13.12; 15,8; 18.16). A frase “remanescente de gigantes” em Dt. 3.11; Js. 12.4; 13.12, deveria ser traduzida “remanescente de Refains”, pois eles eram muitas nações de gigantes. Além dos Refains que enchiam a terra, tentando contestar a ordem de Deus a “terra prometida”, havia também outras nações de gigantes, a saber: Queneus, Quenezeu, Cadmoneu, Heteus, Ferezeu, Refains, Amorreus, Cananeus, Girgaseu, Jebuseu, Heveus, Anaquins, Emins, Horeus, Aveus, Zanzumins, Caftorins e Nefilin. (Gn. 6.4; 14.5,6; 15,19-21; Ex.3.8,17; 23.23; Dt. 2.10-12,20-23;3.11-13;7.1;20.17; Js. 12.4-8; 13.3; 15.8; 17.15; 18.16). Estes eram remanescentes das outras raças de gigantes (Dt. 3.11; Js. 12.4; 13.12).

1 comentários:

Vivendo pela Palavra de Deus!!! disse...

Bom dia!! Obrigada por sua visita e pelo belo comentário!!